Princípio do AE de Fevereiro fala sobre as limitações humanas

O princípio básico que é trabalhado no mês de Fevereiro no projeto Amor-Exigentinho (AE) propõe uma reflexão acerca dos limites e da falibilidade de nossas ações como seres humanos. Intitulado “Os pais também são gente”, o princípio do AE também engloba as ações dos professores e das próprias crianças.

Com este princípio, o projeto tem o objetivo de mostrar às crianças e adolescentes que todos somos humanos, portanto, não somos perfeitos e estamos suscetíveis ao erro. Além disso, o princípio também busca identificar situações de falha e limitações humanas, situações que prejudicam a autoestima, como a excessiva cobrança por perfeição que as crianças sofrem por parte dos pais, por exemplo, e como acertos podem ocorrer a partir de erros cometidos no passado.

Com uma abordagem que contempla atividades como a apresentação de vídeos, a leitura de livros, desenho, escrita, pintura, entre outros, o AE, através do princípio “Os pais também são gente” busca despertar nas crianças sentimentos de compreensão e solidariedade para com o outro, respeito, valorização de si, autenticidade, entre

Anúncios

A Família no Amor-Exigentinho

O princípio norteador do mês de janeiro, no Amor-Exigentinho Fátima e  Sede, foi “Raizes Culturais”. O foco dass atividade foi a Família, onde dois princípios básicos foram trabalhados: “os problemas das famílias têm raízes na estruturação atual da sociedade” e “os problemas das crianças têm raízes na estruturação atual da sociedade”.

O AE é baseado em 12 princípios básicos, abordados mensalmente durante o ano. O princípio deste mês foi a fonte da reflexão acerca das nossas origens familiares e sociais e dos valores agregados a elas. Ele caracteriza-se por ser identificador, já que todos nós construímos a nossa identidade a partir dos exemplos, valores e das visões-de-mundo que fazem parte da nossa família e da comunidade em que vivemos.

O objetivo da atividade, trabalhando o tema “Raízes Culturais: Família”, era o de incentivar as crianças a organizar suas emoções na construção de seus sentimentos de sua história e identidade.

Muitas atividades foram realizadas com as crianças para que elas se enturmassem com o tema, e assim aprendessem junto com ele. Vídeos e histórias foram transmitidos a elas.  Além de diversas outras atividades práticas, relacionadas ao tema. A confecção de um cartaz onde elas mostravam de acordo com a sua visão os diversos tipos de família, por exemplo, desenvolve nas crianças a capacidade de observação, de compreensão das diferenças sociais entre grupos sociais.

Relatório dos Projetos – Janeiro

No último mês, os projetos Amor-Exigentinho Sede e Fátima e do Fazendo Rir aconteceram normalmente. Devido ao recesso da ONG e também as férias escolares, os projetos Turma do Chiquinho, Clubinho de Línguas e Saúde em ação não são desenvolvidos nos meses de janeiro e fevereiro.

No AE Fátima, aconteceram quatro encontros no mês de janeiro, tradicionalmente nas quartas-feiras. O objetivo das atividades foi trabalhar o princípio do mês – Raízes Culturais. Assim, as crianças fizeram atividades como desenhos da família, conversa sobre as diferenças de uma família para outra e conscientização em relação ao seu nome. Através do princípio, voluntários e crianças exploraram também as diferenças culturais em diversas regiões do Brasil.

Com o mesmo princípio, o AE Sede teve atividades voltadas à construção da árvore genealógica, à ligação entre pais e filhos, discussão sobre diferenças e semelhanças nas famílias. Também foram realizadas, durante os quatro encontros do mês, atividades mais práticas como colagens, confecção de cartazes e escrita de cartas para ser entregue na Fazenda (local onde ficam familiares das crianças que estão em tratamento). No último encontro do mês, além dos voluntários habituais, as crianças receberam a visita de uma intercambista da Argentina.

Na foto foto, a intercambista Luciana e Alexandre, voluntário administrativo que visitou o projeto na última terça-feira

Na foto foto, a intercambista Luciana e Alexandre, voluntário administrativo que visitou o projeto na última terça-feira

3

Cartas que foram entregues na Fazenda

No Fazendo Rir, os encontros aconteceram, como sempre, na Ala Pediátrica do HUSM. Voluntários e crianças brincaram com os jogos tradicionais como quebra-cabeça, jogo da memória e super trunfo. Quando as crianças não puderam ir até a brinquedoteca, os voluntários levaram as brincadeiras até o leito. Os encontros tiveram uma média de 5 crianças e número variado de voluntários, conforme a disponibilidade.

4_fR

Crianças brincaram na Ala Pediátrica do HUSM

Últimas atividades de 2013

Durante o mês de dezembro, os cinco projetos da ONG Infância-Ação realizaram algumas atividades para encerrar mais um ano de muito trabalho com as crianças santamarienses.

Clubinho de Línguas

Nas últimas atividades, as crianças da Escola Municipal Duque de Caxias montaram o tabuleiro de jogos do Clubinho de Jogos. Apesar do calor, os pequenos estavam muito empolgados e produtivos. Os alunos desenharam, recortaram e com a ajuda dos voluntários designers, colaram o tabuleiro. Em 2014, o Clubinho de Jogos continua na escola.

Fazendo Rir

Foi no dia 21 de dezembro o último dia de atividades do projeto. A tarde foi repleta de brincadeiras e presentes para os pequenos. Todas as crianças receberam brinquedos, livros e cadernos para colorir, além de muitos votos de melhoras. O Fazendo Rir vai entrar em recesso e retorna no dia 11 de janeiro com suas atividades normais.

Parceria Amor-Exigentinho (Sede)

No dia 17 de dezembro quinze crianças participaram do projeto. Elas se vestiram de anjo e apresentaram uma dança com tema de Natal para suas famílias. Após a apresentação, foi realizado um lanche especial com salgadinhos e bolo de chocolate com refrigerante. Foram distribuídos ainda presentes de Natal para as crianças, que estavam ansiosas por esse momento.

Encenação de natal no AE Sede

Encenação de natal no AE Sede

Parceria Amor-Exigentinho (Fátima)

No dia 11 de dezembro as últimas atividades no Fátima foram marcadas por uma confraternização com pais organizada pelo Amor-Exigente. As crianças participaram de um teatro contando a história do menino Jesus e depois teve entrega de presentes pelo Papai Noel. Ao final foi realizado um lanche em conjunto os com pais e familiares. No dia 18 de dezembro uma atividade do Polvo Louco encerrou o projeto.

Saúde em Ação

Na última atividade do Saúde em Ação foram feitas brincadeiras com as crianças. Uma gincana movimentou o projeto com prêmios para as equipes campeãs. Ao final, todos ganharam presentes e guloseimas.

Turma do Chiquinho

No dia 13 de dezembro foi realizada uma atividade do Polvo Louco, chamada Sessão Cinema”. As crianças assistiram o filme Shrek Especial de Natal. Além disso, durante a tarde, as crianças pintaram e ouviram algumas histórias.

imagem1_final_ano

Saúde em Ação incentiva hábitos de higiene e boa alimentação

O Saúde em Ação é o mais recente projeto da ONG Infância-Ação. Surgiu da necessidade de expandir o antigo Escova Ação, abordando a higiene pessoal de  forma mais ampla do que apenas em relação à saúde bucal.

Atualmente o projeto conta com voluntários de diversas áreas da saúde como: terapia ocupacional, enfermagem e nutrição. Acontece na Escola Municipal de Ensino Fundamental Edy Maya Bertóia, com duas turmas, nas terças pela manhã e pela tarde.

Nos últimos encontros, por exemplo, as crianças puderam, com a ajuda dos voluntários, elaborar “caixas de higiene”. As caixas serão usadas para que as crianças guardem todo o material da sua higiene pessoal que desejarem.

Em outro encontro, os voluntários pediram que as crianças pintassem suas mãos com tinta. Após isso, os pequenos lavaram as mãos e puderam perceber os espaços que não eram higienizados corretamente na lavagem diária, através das manchas de tintas que sobraram na pele.

SA (4)

Além disso, também são realizadas atividades relacionadas à alimentação correta, com incentivo de consumo de frutas e verduras.

sa

Para ser voluntário do Saúde em Ação é preciso ser estudante ou graduado na área da saúde. Para se candidatar ou obter mais informações sobre o projeto, basta enviar um e-mail para na.onginfancia@gmail.com.

Atividades dos Projetos – Outubro

No mês de outubro, os cinco projetos da ONG Infância-Ação realizaram atividades normalmente. No Amor-Exigentinho foi iniciado o novo princípio que é a Cooperação. Teve histórias e brincadeiras, uma delas sobre ecossistema. Novas crianças foram apresentadas. e em um dos encontros ocorreu um dia da beleza, onde as meninas fizeram cabelo e maquiagem, neste dia ocorreu a confecção de um kit para as crianças, em homenagem ao seu dia. O kit continha porta caneca, doces, livros e brinquedos. Ocorreu também uma conversa sobre o dia da criança e do professor.

Crianças do AE brincando com tinta

Crianças do AE brincando com tinta

Cartaz elaborado pelas crianças

Cartaz elaborado pelas crianças

O Fazendo Rir teve um dia especial em comemoração ao dia das crianças. Além de brincadeiras realizadas na Ala pediatria do Hospital Universitário de Santa Maria, as voluntárias preparam e distribuíram kits com presentes para as crianças. Quer saber mais detalhes deste dia? Confira aqui.

O Clubinho de línguas iniciou as atividades do Clubinho de jogos, que é uma parceria da ONG com os designers Guilherme Da Cas, Orlando Fonseca Jr, Mathias Townsend, Gustavo Folleto, Marcos Lima Silveira, Felipe Dal Molin, Cauã Ferreira e Cássio Lemos e tem por objetivo estimular a criatividade das crianças de forma divertida, através do desenvolvimento de um jogo colaborativo. No mesmo encontro as crianças da escola Duque de Caxias brincaram de Imagem & Ação colaborativo e outros jogos para estimularem o processo criativo. Nas semanas seguintes, foram trabalhados conceitos teóricos de arte e desenho, narrativa e criação de história, e mecânica de jogos, tudo de uma maneira muito lúdica e com imersão de inglês nas atividades.

Aluno que só sabia desenhar com palitinhos segue dica de designer e transforma seu traço. Fonte: Orlando Fonseca

Aluno que só sabia desenhar com palitinhos segue dica de designer e transforma seu traço. Fonte: Orlando Fonseca

Esquema elaborado pelos designers para criação de histórias. Fonte: Orlando Fonseca

Esquema elaborado pelos designers para criação de histórias. Fonte: Orlando Fonseca

Designers explicando o processo de criação

Designers explicando o processo de criação

O Saúde em Ação teve atividades como a confecção de sanduíches naturais com formatos criativos. Em outro encontro as crianças assistiram a um vídeo sobre higiene corporal, após “sujaram” as mãos com tinta, para representar a sujeira, para aprender a importância da limpeza correta e assim perceber que onde não lavaram bem a tinta permaneceu.

Voluntários do Fazendo Rir recebem capacitação

Neste sábado, 2, ocorreu na sede da ONG uma capacitação com a terapeuta Amara Battistel, professora de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria e que trabalha a muito tempo com a área da infância. A palestra visou respondeu as dúvidas dos voluntários acerca do modo de tratar e brincar crianças especiais e com pouca mobilidade.

Amara explicando a importância do brincar. Fonte: Lóren Carvalho

Amara explicando a importância do brincar. Fonte: Lóren Carvalho

As voluntárias presentes eram do Fazendo Rir e uma do Amor-Exigentinho.  A capacitação teve apresentação dinâmica das participantes, dicas, vídeo e brincadeira.

Preparação a brincadeira. Fonte: Lóren Carvalho

Preparação a brincadeira. Fonte: Lóren Carvalho

Amara falou sobre a importância da brincadeira, refletiu sobre o que é brincar e se existe maneira correta. Falou da relação entre voluntário e criança que se estabelece através deste ato e que essas ações aproximam pais e filhos e lembrou que mesmo com crianças pequenas ou especiais a brincadeira deve ser presente e estas crianças devem ser estimuladas.

Registro final da capacitação. Fonte: Estefânia Borela

Registro final da capacitação. Fonte: Estefânia Borela

Confira o vídeo que as voluntárias assistiram na palestra:

Não descobriu o que as meninas estavam brincando? Então dá uma olhadinha abaixo:

Começou o Clubinho de Jogos

Iniciou, no dia 11, o Clubinho de Jogos. O projeto é uma parceria da ONG Infância-Ação com os designers de Santa Maria (Guilherme Da Cas, Orlando Fonseca Jr, Mathias Townsend, Gustavo Folleto, Marcos Lima Silveira, Felipe Dal Molin, Cauã Ferreira e Cássio Lemos) e tem por objetivo estimular a criatividade das crianças de forma divertida, através do desenvolvimento de um jogo.

1395870_586219278104013_1371501592_n

As próprias crianças que participam do Projeto Clubinho de Línguas vão definir todas as etapas do processo criativo, focadas em seus interesses. Através de atividades de desenho, criação de histórias e game design o Clubinho de Jogos propõe incentivar habilidades não cognitivas como determinação, autocontrole, motivação e inteligência social com muita diversão e criatividade.

1380021_586219234770684_992343143_n

No primeiro dia de atividades foi aplicado um jogo de Imagem & Ação colaborativo, onde todas as crianças jogaram em conjunto, enfrentando um desafio em comum. A temática envolveu monstros e robôs gigantes com muita fantasia e criatividade. A intenção é jogar alguns jogos com elas para depois iniciar o projeto, visto que é muito importante conhecer jogos e jogar bastante pra poder criar um.

O Clubinho de Jogos é baseado em três pilares:

1. Processo criativo: o resultado final não importa, mas sim o caminho a ser percorrido e as descobertas criativas e singulares que o espaço vazio nos permite encontrar;

2. Flexibilidade: cada criança pode escolher sua área de interesse para ajudar no desenvolvimento do jogo, aprendendo e usando suas habilidades e talento para ajudar o grupo colaborativamente.

3. Trabalho em grupo: através de atividades colaborativas e somatórias o projeto se apoia na ideia de John Hunter de que o “conjunto é maior que a soma de suas partes”.

1378886_586217924770815_130250604_n