Primeiro semestre da ONG em 2012

A presidente da ONG, Mariana Gaida, fala um pouco sobre o primeiro semestre de 2012 e as expectativas para o próximo! Confira a entrevista concedida por ela:
– O semestre já começou com processo seletivo. Como foi a procura e quantos membros novos entraram?
M: A ONG Infância-Ação tem crescido exponencialmente no que diz respeito a divulgação e abrangência dos Processos Seletivos.  Tivemos um aumento muito grande dos interessados e inscritos, chegando ao número de 142 inscritos no total. Para a administração foram 45 inscritos, e destes, 24 foram selecionados*. Números como esse são o reflexo do trabalho de todos os núcleos, principalmente do Núcleo de Recursos Humanos e da Comissão Organizadora do evento, que se dedicam muitas vezes desde o início do ano, quando ainda estamos em férias, para que o Processo Seletivo saia como planejado.
– Como você julga essa renovação que se dá, com a chegada de novos membros?
M: A chegada de novos membros traz uma mudança muito impactante na administração da ONG e também nos projetos, já que muitos membros que são selecionados, especialmente no último Processo Seletivo, acabam por se tornar voluntários dos projetos também. Além de preencher vagas que haviam sido abertas em função de desligamentos e afastamentos dos membros no final do ano de 2011, a entrada de novos membros é muito positiva, já que trazem novas ideias e formas de realizar o nosso trabalho.
– Durante o semestre foram realizadas várias capacitações e oficinas. Como foi o aproveitamento?
M: No ano de 2011 não havíamos conseguido realizar muitos eventos de capacitação dos membros, e justamente por sentir essa necessidade tornamos uma prioridade dos Núcleos de Acompanhamento (público voluntários dos projetos) e de Recursos Humanos (público membros efetivos) a tarefa de realizar essas oficinas e treinamentos. Logo no início do ano mapeamos as necessidades e possibilidades dos Núcleos e também dos Projetos e a partir disso calendarizamos essas atividades. Desde as primeiras já sentimos um retorno muito positivo, no sentido de desenvolvimento dos membros e também de colaboração de parceiros e organizações que nos auxiliaram de forma mais técnica. Além disso, as capacitações proporcionaram o contato de pessoas que ainda não conheciam a ONG com os projetos e a nossa forma de trabalhar, o que nos abre novas possibilidades inclusive de divulgação.
– Quais foram as principais dificuldades encontradas durante o semestre? Foram superadas?
M: Algumas dificuldades encontradas no 1º semestre têm relação principalmente com a regularização dos nossos documentos e registros, que passam por dificuldades durante as cogestões, por melhores organizadas que sejam e também em relação ao desenvolvimento dos projetos em algumas instituições por fatores externos, que já estão sendo todas trabalhadas para encontrarmos soluções. De maneira geral, o 1º semestre da ONG em 2012 foi muito proveitoso, e todos os Núcleos conseguiram superar suas expectativas em relação a metas e objetivos.
– Qual é a meta para o 2º semestre de 2012?
M: As metas da ONG para o 2º semestre de 2012 são de dar continuidade ao que deu certo no 1º e corrigir eventuais falhas que possam ter acontecido nessa primeira parte do ano. Estaremos buscando mais formas de financiamento para a ONG e trabalhando arduamente para concluir o ano com muito sucesso.

*dados concedidos pela diretora do NRH, Camila Rodrigues.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s